13/04/2021 às 07h31min - Atualizada em 13/04/2021 às 07h31min

A vida é um sopro

O mundo chora as perdas das vitimas pelo Covid-19.
Na ultima quinta-feira perdemos mais um artista para o vírus, a arte perdeu um talento e eu perdi um amigo. Sim perdi um amigo querido com uma alma grandiosa, um homem de família simples, que tinha um sonho, de usar sua arte para ganhar o mundo. E ele conseguiu, foi muito além dos seus olhos, estou falando do Bailarino internacional Ismael Ivo.
Estudou balé em New York, posteriormente foi para Europa e se tornou um dos maiores representantes internacionais da dança brasileira no mundo. Ismael Ivo foi diretor do Teatro Nacional  Alemão, sendo o único brasileiro a assumir tal posto, e ele não parou por ai, assumiu a direção do setor de dança da Bienal de Veneza e em 2013 foi nomeado professor visitante pelo seminário Max-Reinhardt da universidade de musica e artes Cênicas em Viena. Retornou ao Brasil para assumir o cargo de diretor do Balé da Cidade de São Paulo no Teatro Municipal. Mesmo com todo o seu sucesso e estrelato, meu amigo Ismael nunca se esqueceu de olhar ao próximo, ele sempre lutou para que todas as pessoas tivessem acesso a arte. Eu pude ver isso de perto, levando grupo de pessoas de baixa renda ao teatro. Como ele mesmo dizia: “Teatro a casa de todos”. Nesse projeto ví, senti a alegria e á magica que a arte proporciona as pessoas. Meu amigo vai deixar um legado de arte, de cultura e muita saudade, pois onde passou levou alegria, amor e principalmente esperança, pois a arte salva. Vou sentir falta, mas ao mesmo tempo me sinto privilegiada e honrada de ter o conhecido e poder ter sido pelo menos um tijolo nessa construção tão humana que Ismael trouxe as pessoas.  Aqui somos apenas passageiros e a vida é um sopro, aproveite cada momento, pois nunca sabemos quando será o último.
 
Link
Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp