24/01/2016 às 02h00min - Atualizada em 24/01/2016 às 02h00min

Embarcação de passeio, naufraga e mãe e filho de quatro anos desaparecidos

Acidente ocorreu na tarde desse sábado e dezessete pessoas foram resgatadas

Ontem dia 23/01/16 uma lancha que realizava passeio náutico com aproximadamente 19 pessoas entre elas  crianças a bordo, a lancha afundou quando chegava na Ilha da Casca situada na Baia do tucuruça, na Ilha do Cardoso.

Graças à intervenção dos passageiros e outros barqueiros que socorreram as vítimas até Cananéia, onde foi acionado a polícia militar e o corpo de Bombeiro. Segundo as autoridades a lancha Pérola Negra, é uma embarcação legalmente constituída e não estava superlotada.

A lancha com capacidade para 23 pessoas estava com 19 turista de Osasco e Granja Viana da grande São Paulo a bordo. Dezessete pessoas conseguiram se salvar, duas estão desaparecidas, mãe e  filho de quatro anos. O acidente aconteceu no final da tarde de Sábado por volta das 16 horas. As vítimas são um grupo de amigos que passavam o final de semana na Ilha Do Cardoso.

segundo o relato das vítimas o piloteiro vinha em alta velocidade, ao fazer uma manobra na ilha da Casca a lancha começou a virar, muitos dos passageiros estavam dormindo, e com o susto começou a entrar em pânico quebrando as janelas da lancha.

Segundo eles, não ventava muito na hora do acidente. Depois de uma curva violenta realizado pelo piloteiro uma onda forte encheu o barco de água, até afundar. Eles não usavam salva-vidas segundo as vítimas, a lancha tinha colete de salva vidas, mas não foi oferecido pelo piloteiro.

Mergulhadores do Corpo de Bombeiros de Registro fizeram buscas até escurecer. O local ficou muito difícil para mergulho, assim encerram as buscas e sera recomeçando pala manhã, alguns barcos ficaram na área jogando redes para localizar a lancha que está no fundo mar.

O marido mulher desaparecida, saiu do pronto socorro, sedado sem condições de dar esclarecimento a polícia e para repostagem do JNC.

Todas as vítimas passaram pelo pronto socorro e depois foi conduzido a delegacia de polícia para dar os seus depoimentos, todos foram para o hotel transtornado pelo o ocorrido.

A turista Renata estava mais inconformada pois ela convidou os seus amigos para passear em Cananéia e comemorar o seu aniversário, na ilha do Cardoso.

O delegado de polícia de Cananeia Dr. Marcos Augusto, disse a nossa reportagem que foram ouvidas as partes menos o Vanderlei o piloteiro que não compareceu para depor, a continuação das investigações vai ficar por conta da capitania dos portos.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp