21/03/2020 às 01h05min - Atualizada em 21/03/2020 às 01h05min

Cresce para 62 o número de casos suspeitos de coronavírus no Vale do Ribeira

Segundo as prefeituras, pacientes com suspeita de coronavírus ainda aguardam resultados dos exames. Cidades seguem monitorando todos os casos registrados.

Por G1 Santos
O número de casos suspeitos de coronavírus aumentou nas cidades do Vale do Ribeira, no interior de São Paulo, nesta sexta-feira (20). Conforme apurado com as prefeituras dos municípios, cresceu para 62 a quantidade de pacientes monitorados com suspeita da Covid-19. Casos só são oficialmente reconhecidos como suspeitos após confirmação do Ministério da Saúde, o que ainda não ocorreu.
 
Registro não teve novos casos suspeitos da doença registrados nesta sexta, mas continua sendo a cidade com o maior número de pacientes monitorados da região. Conforme atualizado pela Secretaria de Saúde, já são 17 suspeitas da Covid-19.
 
Todos os novos casos seguem os protocolos de isolamento domiciliar. Das duas internações que ocorreram nesta quarta (18), um paciente já foi liberado para isolamento domiciliar e outro permanece internado. O primeiro caso suspeito, teve o material coletado no domingo (15) e o resultado ainda não retornou do laboratório.
 
Cananeia segue monitorando apenas um caso suspeito. Segundo a prefeitura, todo o protocolo foi seguido e o paciente já está em isolamento domiciliar, aguardando os resultados dos exames.
 
GUIA ILUSTRADO: sintomas, transmissão e prevenção
CORONAVÍRUS: veja perguntas e respostas
Veja serviços alterados nos estados para conter pandemia
Ilha Comprida, segundo a Secretaria da Saúde, também segue com um caso suspeito. O paciente está em isolamento domiciliar, e aguarda o resultado do exame. Ele teve contato com um familiar que chegou do Japão e apresentou sintomas da doença.
 
 
Jacupiranga passou a monitorar seis casos suspeitos da doença. Já Eldorado registra três pacientes com suspeita de coronavírus, que aguardam os resultados dos exames e estão em isolamento social.
 
O prefeito de Juquiá, Renato Soares, publicou na rede social oficial da prefeitura, um vídeo em que afirma que a cidade também monitora um caso suspeito, de uma mulher de 40 anos. Segundo relata, ela está em isolamento domiciliar e aguarda o resultado do exame.
 
A Prefeitura de Iguape informa que o Serviço de Saúde municipal permanece monitorando seis casos monitorados na cidade, sendo três homens e três mulheres. Todos estão sob observação e monitoramento após a realização de exames e, preventivamente, em isolamento domiciliar à espera dos resultados.
 
Itariri também registra, até esta sexta-feira , um caso suspeito da doença. Trata-se de um homem, de 28 anos, que apresentou sintomas leves, como febre, coriza e dor de garganta. Ele afirma que esteve no Brás, em São Paulo. Segundo a Saúde, o paciente está em isolamento domiciliar.
 
Pedro de Toledo tem três suspeitos, que seguem monitorados e em isolamento domiciliar. Pariquera-Açu aumentou o número de casos monitorados, e agora passa a ter nove pacientes com suspeita da Covid-19.
 
Miracatu relatou que já monitora sete casos suspeitos. Um deles é um jovem, de 21 anos, que não tem histórico de viagem, apresenta sintomas leves da doença e está em isolamento domiciliar. Há também uma criança de cinco anos, dois indígenas e uma mulher que fazia curso em São Paulo.
 
A criança está internada no Hospital Regional de Registro, já que teve contato com uma pessoa que tem a suspeita da doença. Entre os dois indígenas, está uma mulher de 53 anos, que foi para Argentina, e uma criança, de nove anos, que voltou de uma aldeia em São Paulo. Nesta sexta, foram registrados dois novos casos, de uma mulher, de 35 anos e de uma criança, de 7 anos, com histórico de viagem para São Paulo. Todos aguardam os resultados dos exames e tiveram o isolamento e quarentena determinados pela Saúde.
Link
Notícias Relacionadas »

Você é a favor ou contra do bloqueio no Trevo de Cananeia

78.7%
21.3%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp