29/03/2017 às 23h31min - Atualizada em 29/03/2017 às 23h31min

"Editorial "Cananeia entre jararacas e mosquitos: se correr o bicho pega, se ficar...

Nunca as cobras da política mostraram tão nitidamente seu veneno como agora ( e cobrinhas novas ). Nunca se viu tanta jararaca venenosa e de bote armado. A população, já infectada pelas doenças virais transmitidas por um mosquito sem controle, agora assiste envergonhada ao descontrole da política, transformada em um permanente e insistente caso de polícia. Estamos todos contaminados pela indignação e pela dúvida também. Qual o melhor caminho para esta cidade? Será que há vereda sem espinhos para sairmos da crise? Muitos acreditam que não.

A sensação dos Cananeense é que, em meio tantas cobras e mosquitos, estamos em um mato sem cachorro e, se correr o bicho pega, se ficar, o bicho come. A Cidade parece quase toda apodrecida moralmente.

Enquanto a crise se alastra, o mosquito suga o nosso sangue e nos deixa doentes sem, assim como agem as serpentes da politica com seus botes costumeiros formando oposições para dificultar os Trabalhos para o bem da governança da cidade, nos deixando anêmicos de vergonha e carências. Enquanto a crise política, advinda querendo toma lá da cá, agarra-se a tudo o que é para obter vantagem, Cananeia agoniza (é um salve-se quem puder) pela falta de condições morais para os cargos que ocupam. 

Os munícipes querem uma Câmara atuante, preocupada com os anseios da coletividade. Em todos estes anos que acompanho a política local, vi muitas coisas. Algumas boas, a maioria ruim. Vereador pressionando prefeito em busca de receber algo em troca: benesses financeiras ou cargo para correligionários e parentes foram algumas das vis moedas historicamente usadas no toma lá dá cá da política. Isso é nojento. Prostitui a classe e engessa a gestão municipal. Espero, sinceramente, como cidadão que sou que os vereadores tenham ética, decência, moralidade e transparência.

Extrato da própria sociedade, a vereança deve zelar por ela e honrar os votos recebidos democraticamente nas urnas em outubro último, primando pela qualidade de vida da população junto ao Executivo, deixando de lado a oposição eleitoral.

Os fatos que aconteceram na manhã desta terça feira (28/03), vi que alguns vereadores da nossa cidade não tem condições de me representar; Não é com tumultuo, nem baderna que vai arrumar a minha querida Cananeia.

Outro fato que aconteceu que me envergonho, foi na reunião promovida por alguns membros do conselho municipal da saúde ( a parte do Executivo não foi convidada ou mesmo convocada), quando um nobre vereador se dirige ao Diretor de Saúde dizendo que não precisa dele aqui, que vai persegui-lo ate ele sair; Cometendo crime de discriminação, “a lei diz que todos têm o direito de trabalhar dentro do território brasileiro”, por essa fala já vemos o despreparos de alguns vereadores.

Como não bastasse essa reunião, também virou tumulto para que todos que passassem pelo corredor da Unidade de Saúde ouvissem. O mesmo aconteceu na frente do paço municipal quando comunidade da Santa Maria se concentrou para reivindicar melhorias, ate então estava pacifica, quando chegaram os vereadores ficou tumultuada. Será que os nossos Edis estão preparados?

Creio que alguns estão com boa vontade, mas como diz o ditado “uma laranja podre estraga a caixa toda”.

 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp