25/03/2020 às 10h37min - Atualizada em 25/03/2020 às 10h37min

EM ESTADO DE CALAMIDADE PÚBLICA, ILHA TORNA MAIS RIGOROSA A ENTRADA NA CIDADE E ORIENTA A POPULAÇÃO SOBRE O QUE FAZER EM CASO DE SINTOMAS

O prefeito da Ilha Comprida, Geraldino Junior, decretou na tarde de segunda 24/03, Estado de Calamidade Pública na Ilha Comprida, para reforçar as medidas preventivas ao Coronavírus no município. O Decreto torna ainda mais rigorosa a entrada no município com interrupção total do acesso , com exceção dos casos de emergência e essenciais. No comércio, o Decreto estabelece os serviços de Drive Thru (compras sem entrar nos estabelecimentos ) e Delivery (entregas) . A Ilha Comprida contabiliza treze casos suspeitos do Coronavírus, que estão em isolamento domiciliar. O prefeito Geraldino Júnior destacou a importância de se reforçar as medidas preventivas, uma vez que os casos suspeitos de Coronavírus na Ilha viajaram para outras cidades. " Isso indica que o vírus não está circulante no município.Elas estão sendo monitoradas pela saúde em período integral ", explicou. Segundo o prefeito, o objetivo é "manter o foco permanecendo todos em afastamento social e com todas as medidas de higienização preventivas".
Em caso de sintomas da doença, a orientação é procurar o Posto Avançado COVID-19, que atende 24H no Espaço Cultural Plínio Marcos. Av. São Paulo, 1000, no Balneário Adriana.
Link
Notícias Relacionadas »

Você é a favor ou contra do bloqueio no Trevo de Cananeia

78.7%
21.3%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp