05/07/2020 às 00h43min - Atualizada em 05/07/2020 às 00h43min

Comerciantes fazem carreata e pedem a abertura do comércio em Cananeia...

Movimento percorreu diversas ruas e foi encerrado diante do Portal da cidade, com seus veículos, fizeram buzinaço em ponto da cidade...

- Redação Natan Arcanjo MTB 799553
Fonte:JNC
manifestante na Avenida Pinta dirigido-se para o manifesto.

 



Um grupo de comerciantes fez uma carreata para pedir a abertura do comercio de cananeia, no começo da noite desta sexta-feira (03/07). A manifestação foi marcada para começar às 19h e percorreu as avenidas da cidade em direção do centro da cidade. durante o percurso, os manifestantes levaram cartazes pedindo a abertura do comércio, e fizeram "buzinaço".
Carreata percorreu as principais ruas da cidade, reivindicando a abertura do comercio que está mais de 100 dias fechado, os comerciantes querem a flexibilização maior do comércio, com medidas sanitárias.
A carreata, que teve a adesão de comerciantes donos de hotéis e pousadas e autoescolas, saiu da Praça da Abadia e percorreu as principais ruas da cidade, passando pela Avenida Pinta entrando, Wilson Barbosa no Retiro das caravelas, chegando até a Praça Martim Afonso de Souza, e findou no Portal da Cidade. No local houve um ato pedindo a reabertura do comércio, dentro das regras sanitárias, os participantes com cartaz nas mãos e carro de som pedindo para o governador que, tire Cananeia do vermelho que precisam trabalhar.

De acordo com um dos organizadores, o objetivo sensibilizar as autoridades quanto à importância da reativação do comércio, o resultado foi positivo, devido à grande adesão. “Nossa carreata foi tranquila, em tom pacífico, mas importante para nos posicionarmos em prol da economia de nossa cidade. Precisamos abrir nosso comércio”, avalia.
 O govenador João Dória, não pode fazer isso com a gente. Além disso, os comércios são essenciais para a vida das pessoas. Por que o supermercado, o banco está funcionando, e o pequeno comerciante não pode fazer o atendimento e ter condições de pagar pelo menos as contas do mês? Questionou um empresário na área de restaurante.
Um empresário na área de vestuário disse ao JNC que, teve que demitir funcionário, “sei que estamos vivendo um momento difícil, mas temos que retornar para o nosso trabalho. Mesmo com venda através da internet e com entrega nas casas, as vendas caíram e os lucros diminuíram”. Contou ele.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp