09/03/2021 às 13h38min - Atualizada em 09/03/2021 às 13h38min

Câmara de Registro aprova moção de repúdio e faz críticas à Doria

De autoria do vereador Vander Lopes, a Câmara Municipal aprovou nessa segunda-feira (08) uma MOÇÃO DE REPÚDIO ao governador do Estado de São Paulo, João Dória, pelo corte de 12% nos repasses mensais de atendimento ao SUS (Sistema Único de Saúde) de todo o Estado de São Paulo.
Na moção, o vereador sustenta que, com o corte de 12% no convênio do Governo de São Paulo, o Hospital São João em Registro, que é credenciado no Sistema Único de Saúde, também será afetado com a medida, "assim como todos os cidadãos registrenses". O hospital deixará de receber, cerca de R$ 180 mil por mês (mais de R$ 2 milhões ao ano).
Para Vander, “é um absurdo este corte, justamente em meio à pandemia, quando é necessário somar forças para ampliar o atendimento à população”. O vereador enfatiza que a medida, “ainda que administrativa ou juridicamente seja legal, é imoral e desumana”. Ao defender sua moção, Vander reforçou sua posição classificando como “desumana” a medida. “É lamentável a atitude do Governo do Estado de São Paulo que além de não ter ajudado o referido Hospital, ainda retira as conquistas tão arduamente conquistadas”, finalizou Vander.
Com a aprovação, a moção, defendida por outros parlamentares, será encaminhada ao governador do Estado.
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp