18/05/2021 às 09h01min - Atualizada em 18/05/2021 às 09h01min

Saiba tudo sobre as aftas

As aftas são feridas benignas, geralmente dolorosas e que se formam a partir de pequenas lesões já existentes na parte interna da boca. 
 
Isso acontece porque o corpo humano tenta curar a ferida do local, acumulando células de defesa e causando uma reação inflamatória exagerada, provocando muito inchaço e dor. 
  
Elas são mais comuns em pessoas que utilizam aparelho ortodôntico e aparecem geralmente na área interna da bochecha ou na língua, tendo característica branca e úmida no topo da ferida. 
  
Os sintomas mais comuns delas são:


 
  • Ardor; 
  • Coceira;
  • Vermelhidão;
  • Dor.
  
As aftas surgem por diversos motivos, podendo estar ligada ao desequilíbrio do sistema imunológico da pessoa, à presença de vírus dentro da boca, à alimentação ácida, ou até mesmo a um desequilíbrio hormonal. 
 
Além de alguns fatores de risco que contribuem com o aparecimento delas, por exemplo: 


 
  • Condimentos (como temperos) em excesso na comida;
  • Ingestão exagerada de refrigerantes;
  • Estresse e ansiedade;
  • Distúrbios imunológicos;
  • Deficiência de nutrientes como vitamina B12, ácido fólico e ferro;
  • Má higiene bucal, inclusive em implante dentário;
  • Problemas gastrointestinais;
  • Predisposição genética. 
 
Fato curioso é que as aftas costumam ser mais comuns em homens do que em mulheres. Ademais, elas podem durar de 7 a 15 dias, sem deixar cicatrizes ou atrapalhar o funcionamento da boca ou língua do paciente. 
 
Caso a ferida tenha mais de 1 cm de profundidade, ela pode levar até 3 semanas para cicatrizar, se passar deste tempo, o recomendado é buscar por um dentista para fazer o diagnóstico correto, afastando a possibilidade de um câncer bucal. 
Quatro principais causas de afta
Como dito anteriormente, o aparecimento de aftas pode estar ligado a alguns casos específicos. Pensando nisso, listamos os quatro principais motivos, sendo eles os seguintes:
1 - Uso de aparelho dental
É comum que pessoas com aparelho dentario desenvolvam mais afta, isso ocorre pelo atrito entre o aparelho e a mucosa da boca. 
 
É necessário se atentar à higiene bucal, e caso persista o aparecimento de aftas, o dentista deve ser consultado para a aplicação de resinas ou ceras de proteção na lesão. 
2 - Genética
O aparecimento de aftas pode ser uma predisposição genética, fato este incontrolável. Assim, a única maneira de diminuir as chances de desenvolver é evitando alimentos ácidos e apimentados, por exemplo, abacaxi e condimentos. 
3 - Mordida na língua ou bochecha
Essa prática pode ocasionar lesões que geram aftas dolorosas. Isso pode ocorrer por mordida e dentes desalinhados, podendo ser arrumado pela aplicação da lente de contato dental ou por outros métodos da área de odontologia.
4 - Fatores psicológicos
O estresse e a ansiedade são capazes de afetar o sistema imunológico das pessoas, deixando o corpo propenso a infecções e ao ressecamento da mucosa da boca, surgindo assim as aftas. 
 
É preciso cuidar não só da saúde bucal, mas também da saúde física e mental, principalmente por meio dos exercícios físicos e psicológicos. 
Entenda como diagnosticar
Para diagnosticar a presença das aftas, um simples exame físico no dentista é capaz de resolver o problema. 
 
Quando elas demoram a ir embora, aparecem com frequência ou levam a problemas maiores como infecções, é necessário buscar por um atendimento mais especializado e aprofundado, buscando entender se há algum distúrbio imunológico ou digestivo por trás disso. 
Como cuidar e tratar?
As aftas tendem a desaparecer sozinhas depois de um tempo, entretanto, caso haja muito desconforto, é possível praticar algumas ações para cuidar e tratar de forma mais eficiente e positiva. 
 
Sendo assim, um profissional odontológico pode receitar o uso de pomadas analgésicas e anti-inflamatórias, ou até mesmo um remédio de uso oral. 
  
Remédios caseiros para afta não são as melhores opções, podendo inclusive piorar a situação da lesão. Aplicar sal, água oxigenada ou até o bicarbonato de sódio diretamente na afta não melhora o local, apenas prejudica ainda mais a ferida. 
  
O recomendado para soluções caseiras é fazer bochechos com chá de própolis para aliviar a dor no local, certificando-se que na solução não tenha álcool. Outra possibilidade é diluir um pouco de água oxigenada 10 volumes em água e aplicar com um cotonete na afta.
  
Além disso, é indicado evitar alimentos ácidos e condimentos, lembrando também de escovar os dentes de forma mais suave. 
Conclusão
Lembre-se, do clareamento dental aos procedimentos mais sérios, é sempre recomendado um acompanhamento de um dentista especializado, cuidando da saúde bucal do paciente com qualidade. 
É preciso estar sempre atento ao aparecimento das aftas na boca. Por mais simples que sejam, podem ser sinais de problemas de saúde mais sérios, que precisam de uma atenção especial. 
Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blogQualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.



 
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp